Terça-feira
17 de Setembro de 2019 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acessar seu processo.

Notícias

João Paulo questiona proposta do MEC para mudar gestão de universidades

Batizada de Future-se, a mudança no modelo de gestão das universidades e instituições federais proposta pelo Ministério da Educação (MEC) foi criticada pelo deputado João Paulo (PCdoB), em discurso no Grande Expediente desta terça (20). Segundo o parlamentar, a medida ameaça a autonomia do ensino público federal. “O Future-se é uma ameaça à existência das universidades públicas. Na prática, tira-se do Estado a responsabilidade por essas instituições, deixando-as ao sabor do mercado”, declarou. Segundo João Paulo, iniciativas como instituir a gestão de universidades por meio de Organizações Sociais (OSs) de natureza privada prejudicam a independência e o espírito crítico das instituições de ensino. “Será que o mercado estaria investindo em projetos de extensão voltados para a favela, periferia, quilombolas e LGBTs? A intenção do atual Governo é transformar a Educação num balcão de negócios”, avaliou o comunista. Ele convocou a população para mais uma manifestação do chamado “Tsunami da Educação”, marcada para o feriado de 7 de setembro. “É lamentável que tenhamos passado do céu ao inferno em tão pouco tempo. Depois da gestão do ministro Fernando Haddad ter espalhado universidades e institutos federais no interior do País, estamos vendo o risco da universidade pública ser engolida pelo setor privado”, considerou o parlamentar. “As faculdades privadas têm seu papel de serem mais próximas do mercado. O que professores e alunos defendem é a preservação de um modelo de Ensino Superior que aposte no conhecimento como fim em si mesmo”, concluiu. Em aparte, o deputado José Queiroz (PDT) apoiou João Paulo, e lembrou da exoneração do cientista Ricardo Galvão da presidência do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). “Temos que elevar a voz de Pernambuco para mostrar que não aceitamos esses disparates contra a nação. É preciso de coragem e determinação, para que a sociedade reaja diante de tantos abusos contra a democracia”, declarou Queiroz.
20/08/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.