Sábado
19 de Outubro de 2019 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acessar seu processo.

Notícias

João Paulo destaca 18ª Parada da Diversidade de Pernambuco

A realização da 18ª Parada da Diversidade de Pernambuco, que vai ocorrer no próximo domingo (15), foi registrada pelo deputado João Paulo (PCdoB), na Reunião Plenária desta quarta (11). O evento acontecerá no bairro de Boa Viagem, no Recife, partindo do Parque Dona Lindu. No domingo seguinte (22), também será realizada a Parada da Diversidade, em Dois Unidos, na Zona Norte da Capital. “Será mais um ano em que a população LGBT de Pernambuco estará nas ruas para celebrar a vida e reivindicar igualdade de direitos e respeito”, declarou  o parlamentar. João Paulo chamou atenção para o tema da parada em 2019, que é  “Ontem, hoje e sempre – Resistir para Libertar”. “Foi graças à luta do movimento LGBTQI que se tornou possível a criminalização da homofobia pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em junho deste ano”, observou. O deputado também salientou as iniciativas de combate à homofobia ocorridas em Pernambuco. “Houve um grande avanço em relação à saúde integral da população LGBTQI, a partir do governo de Eduardo Campos. E nosso Estado, que estava em primeiro lugar no número de assassinatos por motivação homofóbica em 2011, passou para o oitavo lugar em 2017”, apontou. Por outro lado, em nível federal o parlamentar avalia que “o presidente e sua equipe ministerial demonstram uma visão preconceituosa e distorcida da homoafetividade”. “O governo de Bolsonaro está desmanchando as políticas públicas para a população LGBT, suspende editais para obras de arte com essa temática e defende delírios preconceituosos, como a ‘cura gay’”, afirmou João Paulo. Em aparte, o deputado Joel da Harpa (PP) afirmou que, em edições anteriores da Parada da Diversidade, houve “agressões a princípios cristãos e à imagem de Cristo e atentados ao pudor em locais públicos”. “Sou contrário a qualquer tipo de preconceito e de violência, mas, em nome dos cristãos de Pernambuco, peço para que quem participe deste evento não cometa agressões contra a fé de ninguém”, solicitou. Em resposta, João Paulo observou  que “não defende nenhum ato que extrapole limites”, e que o deputado do PP, em seu discurso, está “pinçando apenas uma parte das manifestações e tomando pelo todo”. “O que eu quero discutir aqui é o conteúdo do movimento e a necessidade de liberdade de expressão para denunciar  a violência contra LGBTs no Brasil”, considerou. Em aparte, Teresa Leitão (PT) também defendeu a Parada. “Uma marcha pela persidade é necessária para garantir o direito de ser diferente”, frisou.
11/09/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.