Quinta-feira
05 de Dezembro de 2019 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acessar seu processo.

Notícias

Isaltino Nascimento questiona mudança no custeio da Atenção Primária do SUS

O deputado Isaltino Nascimento (PSB) reagiu, na Reunião Plenária desta terça (19), à Portaria nº 2979/2019, do Ministério da Saúde, que estabelece um novo modelo de financiamento de custeio da Atenção Primária no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Para debater o tema, ele propôs a realização de uma audiência pública pela Comissão de Saúde da Alepe. O parlamentar leu a carta dos trabalhadores do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) de Pernambuco. O texto ressalta a ausência de financiamento específico para o grupo e, com isso, o risco de demissão em massa de profissionais como fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, nutricionistas, entre outros, levando à desassistência da população. De acordo com o documento, a portaria abandona a estrutura dos Pisos da Atenção Básica (PABs) e o Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica (PMAQ). “Em nenhuma dessas novas formas de financiamento é citado o Nasf, que atualmente recebe incentivo mensal específico pelo PAB Variável, podendo chegar a R$ 20 mil por equipe”, pontua a carta. Para Nascimento, a portaria “traz uma consequência grave para a sociedade brasileira, principalmente os mais pobres e aqueles que não têm plano de saúde” e “inviabiliza o trabalho da Estratégia Saúde da Família”. “Esperamos que haja uma modificação e a derrubada dessa medida que, na prática, inviabiliza a saúde pública no Brasil, pois as prefeituras terão que arcar, com recursos próprios, o Nasf e outras ações voltadas para a população”, concluiu.
19/11/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.